10 coisas que acontecem comigo, quando deixo de estudar a Bíblia

O polêmico boxeador Tyson Fury recentemente explicou como seu fracasso em ler a Bíblia desencadeia seu TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). Olivia Warburton da The Bible Reading Fellowship (BRF) destaca 10 outros efeitos negativos que ela acredita que podem acontecer quando deixamos de nos alimentar espiritualmente das escrituras.

Como cristãos, estamos familiarizados com versos como: “Pois a palavra de Deus é viva e poderosa” (Hebreus 4:12) e “São mais desejáveis que o ouro,
mesmo o ouro puro. São mais doces que o mel, mesmo o mel que goteja do favo.” (Salmos 19:10).

Mas nós realmente vivemos estes versos dia após dia?
Eu sei que não.

Mas isso realmente importa? Eu acho que sim.

Vejamos algumas das coisas indesejáveis que notei começarem a acontecer comigo quando a leitura da Bíblia fica de lado. Talvez elas sejam verdadeiras para você também.

1. Minha visão se torna limitada

Eu vejo apenas as minhas próprias prioridades – que podem ter um dia até começado como prioridades de Deus, mas em algum momento ao longo do caminho se tornaram um pouco repetitivas – e acho mais difícil estar aberta a Deus, para que Ele traga novas coisas para o meu dia. Tudo o que posso ver é o que já está na minha frente.

2. Eu deixo de conduzir e me torno conduzida

Minhas prioridades sutilmente assumem o controle. Elas se tornam tão importantes para mim que não consigo pensar em não cumpri-las. Elas podem ser muito dignas, mas quando penso sobre isso, não estou convencida de que Deus esteja necessariamente tão incomodado com o progresso da minha lista de prioridades quanto eu estou.

3. E então tudo se torna desesperador

Então me encontro envolvida no meio de tudo aquilo que estou tentando alcançar. Eu me preocupo em não conseguir fazer o trabalho, ou em não fazê-lo bem; me preocupo se irei decepcionar as pessoas, ou chateá-las.

4. Há um sentimento de insatisfação constante …

Eu gostaria que as coisas fossem melhor, ou que de alguma forma, nebulosa, a vida seria melhor, se eu tivesse mais tempo e energia.

5. Ah, eu mencionei que começo a me distanciar?

Não há mais tempo para interações ou relacionamentos significativos quando há tanta coisa que precisa ser feita.

6. Tudo se torna seco

Tenho sede, mas não bebo a água viva. Passo a ter pouco refresco espiritual, poucos momentos de conexão com Deus, falta de perspectiva fresca e santa em situações ou desafios. E, a propósito, como editora da BRF, eu li a Bíblia para viver. Eu tenho altos níveis de exposição do conteúdo da Bíblia todos os dias. Mas envolver-se seriamente com isso é um assunto muito diferente. Eu me engano se eu pensar o contrário.

7. Cansaço excessivo

Eu sei que ler a Bíblia pode restaurar a minha força, mas estranhamente parece ser muito difícil ter forças para abri-la.

8. Surge a desmotivação

A desmotivação segue junto com as dúvidas: Será que a tarefa que eu coloquei diante de mim realmente vale a pena? Será que eu sou a pessoa certa para fazer isso?

9. O sentimento de não avançar em minhas prioridades me desgastam

Os relacionamentos se deterioram, as emoções estão fora de controle e uma coisa após a outra começa a dar errado.

10. E tudo se torna deprimente


Ao chegar a esse ponto, estou me sentindo um pouco abatida e ansiosa, e talvez, apenas talvez, esteja ficando óbvio para outras pessoas que nem tudo está bem.

Porque é incrível como é bom estarmos na maior parte do tempo mantendo as aparências.

Parece Exagero?

Será que tudo isso soa um pouco exagerado, dramático? Eu realmente não penso assim. É exatamente o que acontece quando movemos Deus do centro, e ao coloca-lo para o lado, podemos enxergar mais claramente a necessidade de um remédio e nos sentimos mais inclinados a procurá-lo.

Vamos voltar a esse versículo de Hebreus para ver como isso continua. “Pois a palavra de Deus é viva e poderosa. É mais cortante que qualquer espada de dois gumes, penetrando entre a alma e o espírito, entre a junta e a medula, e trazendo à luz até os pensamentos e desejos mais íntimos. “

Sim, de fato: os pensamentos e atitudes do coração. Deus estava lá antes de nós, como tantas vezes está, ao identificar a questão real.

Salmo 19 está certo também. Muitos anos antes de Hebreus, o escritor está muito consciente de que os pensamentos e atitudes do coração podem ser traiçoeiros: “Quem é capaz de distinguir os próprios erros?
Absolve-me das faltas que me são ocultas. Livra teu servo dos pecados intencionais! Não permitas que me controlem. Então serei inculpável e inocente de grande pecado.

Nosso amoroso e perdoador Deus nos fala através das páginas da Bíblia – e de muitas outras maneiras – para nos refazer à sua imagem diariamente. Que perspectiva maravilhosa!

Olivia Warburton é chefe de criação de conteúdo da The Bible Reading Fellowship, e está focada em todas as coisas: editorial, design, produção, web e mídia. Para ver este editor ligeiramente seco e orientado no trabalho, siga-a no Twitter @OliviaWBRF.

Artigo original: https://www.premierchristianity.com/Blog/10-things-that-happen-when-I-stop-reading-my-Bible

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *