Internet – bênção ou perigo na vida do cristão?

A internet revelou uma mudança drástica no comportamento humano. Hoje se vive a era do relacionamento virtual com destaque para a interatividade com os conteúdos, convergência de mídias, compartilhamento de informações e colaboração permanente. No Brasil são 94 milhões de usuários e mais de 56% dos usuários acessam, por exemplo, a rede social Facebook por meio dos smartphones. Agora é assim. Todos conectados em todos os lugares e o tempo inteiro se possível.

Podemos usar a internet para fins lucrativos (espiritualmente falando), ou para o nosso próprio lazer. Logo, existem na internet, para nós cristãos, AMEAÇAS mas também existem OPORTUNIDADES.

Em Mateus 7:16;
Encontramos escrito que:
“Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?”

Significa então que, aquilo que fazemos na internet, disseminamos, compartilhamos, lemos, buscamos, ou no caso das redes sociais como o Facebook, tudo aquilo que curtimos e compartilhamos, ou no Instagram, quem ou quais páginas seguimos, revelam quem nós somos, o que gostamos, nossa forma de pensar, afinal, não seguimos ou curtimos uma página que contenha conteúdo que não gostamos, que apresente uma forma de pensar diferente da nossa. Isso vale também para os programas de TV que assistimos, músicas que gostamos e ouvimos, filmes e séries também estão incluídos.

Sabemos, nessa vida terrena, literal, física, que: “nós somos aquilo que comemos, ingerimos”.

E não é diferente na nossa vida espiritual, aquilo que ingerimos de forma intelectual, transforma o nosso caráter, para melhor ou não. É preciso muito cuidado ao acessar a internet, em especial as redes sociais, pois o ambiente virtual, tanto quanto o real, está cada vez mais caótico; precisamos pedir em oração, a Deus, que nos afaste de tudo aquilo que venha a transformar o nosso caráter de forma que venhamos a odiar ao nosso Deus, e consequentemente APOSTATAR.

Na internet, encontramos perigos como: riscos de roubo de dados, infecção por vírus, cavalos de tróia, golpes dos mais variados tipos e maneiras, notícias falsas, conteúdo explícito. Há lixo disponível na WEB, mas há ensino precioso também. Temos a escolha diária do que desejamos consumir, e oferecer a nossa esposa ou namorada, filhos ou família. Aliás, os filhos provavelmente seguirão o exemplo dos pais.

De maneira prática, a internet, e isso inclui as redes sociais, tudo isso pode ser uma ameaça de várias formas, mesmo que seja usada apenas para entretenimento próprio e/ou da família. Ainda mais quando implica roubo de tempo da própria família e de Deus também. É menos devoção familiar, menos conversa entre os integrantes da casa e também menos lazer juntos.

No caso do roubo de dados, cada letra que digitamos no teclado do computador, notebook, tablet ou smartphone, fica registrado no histórico do celular, navegador ou qualquer que seja o aparelho ou app, e mesmo que programemos o aparelho ou o próprio aplicativo usado, pra não armazenar tais informações, as mesmas ainda ficam armazenadas no servidor que acessamos (que é de onde vem as informações que buscamos ao navegar na internet). Há também uma outra técnica, chamada de “phishing” ou seja, seus dados podem ser “pescados” através da rede, enquanto você navega pela web, mesmo em sites de bancos, sites de compra, é muito difícil garantir com certeza, que nenhum dado será roubado no caminho entre você e o servidor acessado.

 

Outro grande perigo que cresce mais e mais a cada dia, é a pornografia, que circula livremente e com fácil acesso ao conteúdo, cujo conceito, de sexo desvirtuado é totalmente oposto ao que Deus nos ensina na Bíblia.

Em 1 Coríntios 6:18 lemos:

“Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo.”

Fornicação, se refere aos que não são casados e se unem a uma mulher ANTES do casamento e vice-versa.

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” – 1 Coríntios 6:19.

Se não somos de nós mesmos, não podemos fazer com esse corpo o que bem entendermos. Ao fazermos, negamos a propriedade de Deus sobre o mesmo, e o fato de que não aceitamos ou entendamos isso, não prova o contrário; logo, se de alguma forma nós negamos que a Deus pertence o nosso corpo (e a nossa vida também, ou seja, a nossa alma, o fôlego de vida), nós estamos sendo mentirosos, e Satanás é o pai da mentira, se mentimos, fazemos a vontade dele e não de Deus, estamos sendo filhos do diabo e não do Deus Criador. Não podemos fazer com o nosso corpo, nada que perverta de forma alguma, a Criação, ou que desvie o nosso corpo dos caminhos de Deus e já não mais o louve de alguma forma.

Mateus 5:28: “Mas eu lhes digo: quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração.”

Isso nos diz que não precisamos ter contato físico com a mulher, para adulterar com ela. Basta um olhar, e do olhar, um pensamento “torto”, impuro, inadequado, que por motivos óbvios nem se faz necessário citá-los aqui. Mas caso isso ocorra, peçamos perdão em pensamento e em oração a Deus, se possível imediatamente, demonstrando o nosso sincero repúdio e arrependimento aos pecados cometidos através de alguma das “avenidas da alma”, nesse caso os olhos, a visão.

Mateus 5:29: “Portanto, se o seu olho direito faz com que você peque, arranque-o e jogue-o fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ser atirado no inferno.”

Mateus 5:30: “Se a sua mão direita faz com que você peque, corte-a e jogue-a fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno.”

Mateus 18:8: “- Se uma das suas mãos ou um dos seus pés faz com que você peque, corte-o e jogue fora! Pois é melhor você entrar na vida eterna sem uma das mãos ou sem um dos pés do que ter as duas mãos e os dois pés e ser jogado no fogo eterno.”

Mateus 18:9: “Se um dos seus olhos faz com que você peque, arranque-o e jogue fora! Pois é melhor você entrar na vida eterna com um olho só do que ter os dois e ser jogado no fogo do inferno.”

Esses versículos nos mostram quão importante é cuidar, não só dessa, mas de TODAS as avenidas da alma, e o perigo de ter o corpo inteiro lançado no inferno, pra sempre. Vale a pena ou não, ter uma parte do corpo a menos, mas não pecar e ser salvo?

Jesus nos disse isso e deixou bem claro, como podemos verificar nas Escrituras Sagradas; justamente porque:

“- Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho.” (Mateus 7:13).

“A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho.” (Mateus 7:14).

Encontramos também na internet, muitos textos e artigos, vídeos e matérias nos dizendo que tais coisas não tem problema, não fazem mal e que pelo contrário, algumas delas são coisas benéficas; por isso, Jesus nos alertou:

“- Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens.” (Mateus 7:15)

Ou seja, trazendo para o contexto do que foi apresentado até aqui nesse post:
Cuidado com os que dizem que não tem problema, “só olhar alguém passando na rua, no trânsito” ou “só olhar não faz mal, não mata ninguém”.

Pode não matar fisicamente, (ainda que muita gente seja vítima de crimes passionais por ciúmes), mas pode matar espiritualmente, que na verdade, é o pior tipo de morte pois a morte espiritual é eterna, e a vida espiritual também; a questão é: se morremos fisicamente COM ou SEM a nossa salvação.

Podemos também usar a internet, inclusive as redes sociais para coisas boas; evangelizar, é uma delas, através de textos em um blog ou site (como esse e os outros aqui também encontrados). Vídeos no Youtube também têm sido uma grande ferramenta para esse meio, postagens no Facebook, Twitter, Instagram; a lista é bem extensa. Ao buscar e compartilhar coisas boas e úteis, estaremos não somente ajudando a proteger a nossa família e aqueles que amamos, mas também contribuindo para que Jesus volte mais brevemente ainda contribuindo em favor do IDE, e pregando ao redor do mundo inteiro, sem necessariamente sair de casa, ou onde quer que estejamos, ao nos deparar com a oportunidade de escolher entre semear em favor do evangelho e das coisas eternas, ou não.

Tudo que existe ao nosso redor, na vida virtual, e real, pode ser usado para o bem ou para o mal, existem apenas esses dois lados, esses dois propósitos.

Peçamos em oração ao nosso Criador, que nos conceda inteligência e sabedoria para escolher a quem servir, antes de clicar em “curtir” e/ou compartilhar algo na web; e também que Ele abra os nossos olhos espirituais, para que possamos enxergar as oportunidades, sejam boas ou más, e não cair em armadilhas e ciladas inimigas; pois existe mais joio do que trigo por aí. Sejamos trigo, para frutificar trigo.

E lembre-se, uma árvore boa não pode dar frutos maus e vice-versa; se vemos diante de nós, maus frutos, então a fonte desse fruto com certeza é má e deve ser lançada ao fogo, assim como encontramos escrito em Mateus 7:18 e 19.

Mateus 7:13: “- Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho.”

Mateus 7:14: “A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho.”

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.”
Lucas 9:23

Se você deseja seguir Jesus, deve ser como Ele, agir como Ele, abrir seu coração e permitir que Jesus te ensine todas as coisas necessárias para que você seja salvo.

Pela porta estreita, não passa bagagem, por isso Jesus nos diz para negar a nós mesmos. E não somente isso, mas permitir que Ele nos transforme, como vaso na mão do oleiro, e então seremos como Ele deseja, e após isso, passaremos a fazer a vontade dEle, por amor e gratidão.

Deus abençoe a sua escolha diária;
Um forte e carinhoso abraço;
Até mais.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *