Amor X obediência

O amor, na Bíblia, está sempre relacionado à obediência.

Então o amor de Deus, trouxe tudo à existência. Ou seja, tudo que existe, só passou a existir, por amor a Palavra de Deus, uma vez que Deus criou tudo através da Palavra, o verbo, e Jesus é o verbo; que se fez carne. E todas as coisas obedeceram, por amor, logo, a obediência é fruto do amor. Então o amor, deu início a tudo que existe, pois Deus É amor. E quem quiser alcançar esse amor, deve trilhar o caminho da obediência. Deus quer que sejamos obedientes, por amor a Ele, através da Palavra, as Escrituras Sagradas, pois é lá que encontramos, por escrito, a vontade do nosso Pai.


Amor sem obediência, não é verdadeiro, é um engano.
Obediência sem amor, se torna em obrigação.

João 14:21: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.”

E também no verso 23:
“Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.”

Guardar, nesse versículo, pode ser interpretado como “obedecer”, pois se Jesus está dizendo em seguida, que quem guarda os mandamentos, é quem o ama, Ele está dizendo que quem o obedece, é quem o ama; pois como vimos, o amor e a obediência, estão sempre relacionados.

Somos salvos pela graça mediante a fé.
Mas PARA QUÊ somos salvos?
A resposta é simples e óbvia:
Para viver em obediência, o contrário disso é a rebeldia.

Jesus também nos disse, em Mateus 20:28: “Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.”

Significa que Jesus veio para obedecer e não para “ser obedecido”, ou seja, Ele veio para amar, mas pela maioria, não foi amado; semelhantemente acontece nos nossos dias, as pessoas não obedecem ao Pai, sequer o conhecem, e como obedecer alguém que não conhecemos e não amamos?

Que, em oração peçamos a Deus para nos abençoar com a Sua Santa Presença todos os dias, para que assim, aprendamos a conviver com Ele e viremos com certeza a amar esse Deus tão incrível, e adquirir, através dessa convivência, os mesmos hábitos, gostos e caráter, vindo, a efeito, assim, a nossa obediência a Ele, natural e voluntariamente.

Um forte abraço;
Que Deus possa fazer morada em você. Amém!?
Até mais.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *